6.4.11

Formadores de opnião ou formadores de delinquentes?

Na última Sexta-feira (01/04) a estudante Ana Claudia Karen, 20, foi espancada por alunas do Centro Universitário Barão de Mauá no interior de São Paulo. A estudante relata que sofria de Bullying e era hostilizada por colegas, então informou a coordenação da instituição sobre o caso o que gerou a ira das colegas. Ela conta que a garotas foram discutir com ela no final da aula e foi agredida por uma delas com o seu próprio capacete, além disso, relata que enquanto apanhava das garotas funcionários da instituição não a ajudaram outra garota que ela nem se quer conhecia foi prestar socorro.
      Para abertura de queixa na policia, a instituição CENTRO UNIVERSITÁRIO BARÃO DE MAUÁ não quis informar o nome completo da agressora para a estudante por alegar ser atitude antiética. Ana Claudia é estudante de enfermagem da mesma turma que as agressoras, ela teve fratura no nariz e traumatizada não deseja voltar para a universidade por medo de novas agressões.


Ana Claudia, com Raio-x do seu nariz em casa.

    Casos de Bullying como este geralmente são encontrados em escolas primárias até o ensino médio, agora numa universidade onde o foco é criar formadores de opiniões e estabelecer respectivos profissionais nas mais diversas áreas é preocupante, passamos dos limites, caímos no abismo e estamos nos enterrando vivos. E dizem ainda que estão preocupados com a Educação, qual? Aquela que eles simplesmente querem mandar um professor para as salas de aula e deixar que ali ele seja morto literalmente por alunos?
    É necessário rever todos os conceitos e reformular questões mais abrangentes em defesa do Educador, que ai poderemos sonhar com uma educação de qualidade, do contrário só veremos isso, professores sem qualquer direito sobre os alunos, desestimulados, que deixam o ensino superficial promovendo estes tipos de alunos que um dia estarão em universidades e posteriormente a serviço da população.

AEdição

Fonte: Folha de São Paulo/ Foto: Marcia Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se é Arte, é Categóricos!