29.8.11

Coluna-Fórum

SEXO NA ADOLESCÊNCIA?


     A crescente onda de mães jovens é uma realidade que o mundo vem assistindo há alguns anos. E isso é preocupante, a alarmante tendência da pratica sexual ser feita por jovens menores de 14 anos. O Site Portal dos Psicólogos resume que existem algumas condições que propiciam a gravidez na adolescência, levando milhares de jovens a uma experiência fora de hora, dada a inexperiência e consequente dificuldade em cuidar do filho que chega.

    Muito se fala que a música colabora para essa estimativa, como a falta de comunicação, a falta de entretenimento sadio e a presença dos pais como reais orientadores


O QUE VOCÊ ACHA DO SEXO NA ADOLESCÊNCIA?

Leonardo Menezes diz:
Assim, sexo pra mim, só depois do casamento! Mais quando o casal tem certeza que quer fazer, porque não... Mais isso eu não aprovo.

Laís Dantas diz:
Bom, eu acho totalmente normal, desde que se tomem os cuidados necessários, como o uso de preservativos (camisinha), e que o jovem esteja consciente daquilo que esteja fazendo e não saia por ai achando que "ah sou novo, vou transar com meio mundo' 

Augusto  diz:
Bem, eu acho que tudo na adolescência não devemos fazer coisas que somos forçados a fazer, aliás, na vida toda, cada um tem o seu sentimento e sabe do q ñ e o q deve fazer, em minha opinião acho que é muito cedo isso na adolescência, alguns adolescentes podem até não acontecer nada, como por exemplo, se perder na vida ou ir mal nas matérias de escolas. Mas outros adolescentes podem trazer problemas por causa do sexo, isso é muito relativo, mas em minha opinião, acho que temos que viver pelo menos a metade das nossas responsabilidades pra depois pensar nisso.

Leandro Lima  diz:
Depende muito, eu tenho muitas visões sobre isso, mas acho que o funk "empurrou" muito pra que isso acontecesse e aconteça. Resumindo minha opinião, eu acho errado.

Fernanda Cristina diz:
Sexo é um assunto muito sério, e que precisa de muita maturidade, porque você corre vários riscos, não só de gravidez, mas de doenças também, e um adolescente não está preparado para isso e deve tomar muito cuidado para não fazer bobagem e não se arrepender mais tarde. Os Adolescentes estão cada dia mais avançados em matéria de sexo, as meninas de 11 e 12 anos, da minha época quando se juntavam falavam de bonecas de brincadeiras de escola, brincadeiras, joguinhos. Na época de hoje, elas se juntam pra falar de sexo.

Bruno diz:
Eu acho que se for feito direito e com responsabilidade pode ser muito bom. Muitas meninas têm medo de sexo porque acha que logo ficara grávida, é só colocar  responsabilidade em primeiro lugar, por que ao invés de ter um filho para criar, temos muitas coisas boas para fazer.


Orientação Pedagógica

Profª Iracy Simão – UNIESP- SP / Educadora na Escola Julio Verne

    Hoje é como se a criança fosse jogada num mar de informações e se perguntasse como vão começar suas vidas sexuais. A onda do sexo por adolescentes não é algo bom, fato. O ato de ter relações sexuais requer responsabilidades adultas, e esse ciclo se retém disso pela natureza das coisas. Toda essa questão foi jogada ao jovem de uma maneira muito suja, como a apologia da música que induz jovens a quererem o sexo de uma forma natural sem pensar em consequências. Cabe então os pais serem o ponto de referencia para os seus filhos, é simples, pais vocês sabem o que os seus filhos ouvem, sabem como eles se comportam diante da perigosa internet, as redes sociais estão ai, muitas delas não permitem pessoas menores de 18 anos, será que seu filho de 13 anos tem uma página que é proibida pra ele. Conscientizem que sexo fora de hora trás conseqüências e conseqüências resulta na grande maioria em sofrimento. Comunicação é tudo em uma base familiar, escute seu filho e o oriente.

Profª Daniela Di Pace – UNIVERSIDADE PADRE ANCHIETA- JUNDIAÍ

       Sexo na adolescência?  Bem comum! Acho que tudo é muito precoce, as crianças não têm estrutura familiar nenhuma. Desde os 7 anos, mais ou menos, quando entram na escola (ensino fundamental) eles já tem a sexualidade muito aguçada e as meninas principalmente, pode acreditar depois quando elas completam seus 13, 14 anos (7º e 8º série) já ficaram com um monte de meninos, grávidas ou na maioria das vezes com doenças sexualmente transmissíveis; realmente é uma questão delicada pois fica complicado de controlar se os próprios pais não controlam. As meninas já gostam de chamar atenção por natureza e ainda usando roupas curtas, justas mesmo se torna muito mais atraente. As que não engravidam na adolescência, acabam engravidando ou casando novas e aí não conseguem estudar e crescer profissionalmente não dão estrutura familiar para os filhos e vira esse ciclo que nós vemos. Não é nem questão de só dialogar; muitos pais não têm interesse pelos filhos, quando não há planejamento familiar, quando não tem aquele vínculo nem o amor que deveria. As mães são solteiras ou as crianças vivem com padrastos, por exemplo, vivem sem aquela base, que toda  criança tem o direito ou tinha de ter que é vínculo do amor dos pais. E os pais por não se importarem, criarão por obrigação seus, além de não conversarem eles não cobram, não dão limites, deixando que a vida lhes ensine da pior maneira.

Os Colunistas
      Diálogo, presença dos pais em vinculo de orientação. Mídia, só colabora para esse aumento, assistimos na televisão programas, novelas e filmes  que incentivam explicitamente a pratica de relações sexuais na adolescência, só que o que não vemos são os resultados finais e a triste realidade. Sexo não é conto de fadas, não é como mexer no computador que com a simples tecla ‘delete’ os problemas se apagam.Pais, prestem atenção nos seus filhos. Jovens não se iludam ou não dêem atenção ao que a mídia diz ser o correto, pois o correto para a mídia é vender, e vocês não são nenhum tipo de produto a venda.


Converse com as pedagogas!
Profª Iracy Simão – irasimão@hotmail.com
Profª Daniela Di Pace – danidipace@hotmail.com
Matéria: Lily Vieira
Redação e texto: Dedé Vieira


E a conversa continua: O que você acha do sexo na adolescência? Participe, deixe sua mensagem.


3 comentários:

  1. Michel11:52

    Não axo que seja errado, Axo que se os jovens fizessem com responsabilidade, e com um Namorado (a), eu nao axo errado. ERRADO eu axo sair aii dando pra todo mundo sem pensar nas consequencias.

    ResponderExcluir
  2. Jéssely14:53

    Muito boa a matéria! Acho sim, que sexo é algo muito discutido atualmente, porém nem sempre da forma correta. A forma de conscientizacão é o único meio de impedir que certos atos sejam cometidos e depois a pessoa possa vir a se arrepender.

    ResponderExcluir
  3. Muito boa matéria. Esse é um tema que envolve muitas opiniões, a minha é indiferente. Pois antes de mais nada ATUALMENTE a juventude tem o tema de sexualidade em tudo que é meio de comunicação, não era como ANTIGAMENTE que não podia conversar sobre o assunto. E estamos na era da tecnologia então não podemos nos rotular como alienados, pois não somos, talvez os adolescentes acabam agindo por pressão da "galera", mas depois se as consequencias forem maiores a galera não estara do seu lado para te apoiar, isso é fato, então além de dialogo com a familia esta faltando um pouco de personalidade dessa moçada, e sinceramente musica que induz o ato sexual já foi dito e rotulado como POLUIÇÃO SONORA, só os seguidores desse estilo ainda não se deram conta disso. Sem contar que as meninas, tem que se dar o valor e o respeito, pois os homens agem com o extinto, enquanto elas estão todas apaixonadinhas eles só querem ser o pegador.

    ResponderExcluir

Se é Arte, é Categóricos!