17.8.11

Questão de Notícia

   por Dedé Vieira

  Economia estável é sinônimo de Brasil. Não exatamente! 

    Muito se fala de uma economia estável no Brasil. O país cresceu muito do ponto de vista econômico sim, passou a ser Credor a outros países (Ou seja, outros países financeiramente devem ao Brasil), estabeleceu estatais importantes, abriu novas portas para indústria, firmou planos estudantis.

    Enquanto o resto do mundo entra em mais um caos econômico, o Brasil se destaca como consolidado perante o financeiro, pouco precisa se preocupar com os transtornos que está atingindo países da Europa e o EUA. Porém não há tantos motivos para festejar. O País parece uma via de mão dupla, em que aqui se cresce, mas ali se perde. E perde muito, pois vamos concordar, um país que é estável economicamente como pode ser o 5º maior em desigualdade social perdendo apenas para países da África, se é que pode chamar de desigualdade naqueles países onde mais da metade da população vive em extrema pobreza.

    Já se comenta sobre a candidatura de quem vai disputar as eleições de 2014. Que grande ironia. Em uma entrevista ao portal Folha.com o ministro das comunicações Paulo Bernardo (PT) mencionou que Lula e Dilma estarão em conversa para decidir qual será o candidato do PT para as eleições.

    Imaginem essa conversa: Lula e Dilma mencionam nomes para a candidatura das eleições de 2014, e lá fora uma Educação que ainda está em péssimo nível, pessoas trabalhando como escravos literalmente, impostos totalmente abusivos e cada dia mais altos.

    
    Estável? Pra quem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se é Arte, é Categóricos!