15.9.11

Sociedade em Difusão


Sociedade a Dentro – Jardim Ângela, do inferno ao céu!  
       O Jardim Ângela é um distrito na região sul de São Paulo, capital. Anteriormente  pertencendo ao bairro do Capão Redondo, hoje juntamente com o distrito de São Luiz assumiu sua autonomia formando a região da cidade do M`boi mirim.


       Como muitos sabem e outros muitos vivenciaram, o Jardim Ângela foi considerado em 2000 o bairro mais violento do mundo segundo a ONU e segundo milhares de cidadãos que registraram essa estatística cruel de homicídios. O que se comenta de 2000 pra cá é a virada de mesa que o bairro teve, sendo até modelo em combate e redução da violência. É que os dados mostram que índices de homicídios decaíram drasticamente e como comenta o blog do Jardim Ângela, é uma prova que “o bairro é formado por maior número de pessoas íntegras que com honestidade seguem a sua sobrevivência em São Paulo”.
       E é nestas honestidades que o AVM vai se concentrar, mostrar que o receio social com favelas precisa e deve acabar, vamos mostrar que existem milhares de pessoas com capacidades incríveis e que simplesmente obtêm o nosso desprezo pelo preconceito explicito ou colocado no subconsciente.
      Jardim Ângela – Aqui a ONG Papel Jornal  mediante a Associação de incentivo a comunicação desenvolve oficinas voltados ao Jornalismo, motivando jovens a retratar a periferia  de São Paulo na visão de moradores dessa realidade social- geográfica-cultural-afetiva.
      Numa turma de 20 alunos foi lançado o desafio de desenvolver oficinas de texto, reportagem, fotografia, design gráfico e cidadania. Desde então esse número foi crescendo e os projetos aparecendo pelos próprios alunos, iniciou-se ai a revista Becos e Vielas Z/S - A voz da periferia – com tiragens média de 5 mil exemplares por cada edição. Foi um projeto que deu tão certo pelo modo como os alunos aceitaram esse ideal que novas revistas foram lançadas, parcerias de renome aderiram, e claro o fortalecimento em outros projetos fortalecidos como a Casa dos Meninos, onde Jovens de 7 a 21 anos encontra apoio e oportunidades para constituírem uma vida melhor com base na cidadania consciente, educação, trabalho coletivo, arte e cultura. É uma entidade social sem fins lucrativos, que atende 500 crianças e jovens por mês, em projetos que tem como foco central a conscientização para o exercício da cidadania. Os projetos: inglês, informática, teatro, capoeira, entre outro.
     Sim o Jardim Ângela tem uma nova cara, uma cara mais humana, com olhares que antes vinham apenas gritos e lágrimas, hoje pode suspirar com oportunidades agora palpáveis. Inúmeros projetos estão sendo realizado no bairro, tantos que precisaríamos de 2 ou mais páginas para relatar, mas acreditamos que a real mensagem foi passada por meio desta matéria. A Favela tem gente como a gente, e conceitos que antes se tinha, sim, devido  as experiências negativas reais, hoje pode ser posto de lado, pois no Ângela a Favela tem vez para o bem sempre.
Quer saber mais sobre a “ONG Papel Jornal” acesse:

Projeto Casas dos Menino
Rua Yoshimara Minamoto nº656
Jd. Fim de Semana

Fique por dentro do acontece no Ângela.

Produção e reportagem: Dedé Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se é Arte, é Categóricos!