2.2.12

UPMUSIC


Por Renata Luiz

                                    INDEPENDÊNCIA MUSICAL II


Semana passada o assunto foi bandas independes, e como elas estão se destacando cada vez mais mesmo com as dificuldades que hoje existem no Brasil, quando o assunto é música, devido a grade demanda de artistas que buscam um lugar no universo musical.
E como o prometido a matéria dessa semana trás uma entrevista com a Bandas Versares que vai contar como é viver no mundo da música independente.



UPMUSIC: Como surgiu a banda? Contem sobre a banda, a evolução, as influências.

VERSARES: A banda surgiu no começo de 2010, quando eu (Lucas) e o Neto decidimos aproveitar a nossa amizade e gosto pela música, em geral pelos mesmos artistas, para formar uma banda de rock. Ambos vinham de experiência já com outras bandas, e não é diferente com o restante da banda, Handel, Carlos e Caio (nesta ordem) que se juntaram a nós depois.
As influências são muitas, cada um com as suas em particular,  e outras em comum. A que eu posso citar como uma influência mais forte é o Foo Fighters. É um gosto que temos em comum e pode-se sentir está influência presente em nossas canções.

UPMUSIC: As bandas de rock sempre posicionaram posição aos costumes e regras vigentes. De que forma a Versares posiciona em relação à postura da sociedade atual?

VERSARES: Bem, é uma questão complexa. Não temos uma postura anarquista, mas temos muito o que criticar, e o fazemos. Acho que a música, principalmente no meio do rock, é uma ótima ferramenta para demonstrar o quanto de está insatisfeito, ou satisfeito, com a sociedade atual. Mas todos sabemos que hoje em dia está meio difícil estar satisfeito, então buscamos, de uma forma coerente, nos posicionar e fazer também as nossas crísticas.

 UPMUSIC: Como está sendo a produção do primeiro EP e porque o nome “Velhas Verdades”?

VERSARES: Está sendo uma experiência ótima. Nesse momento estamos no meio da produção. A banda está bem focada e com a ajuda do Ronaldo (estúdio Bonham) que está nos auxiliando na produção podemos acreditar que dentro de um mês vocês poderão acompanhar um trabalho que é resultado de muita dedicação e esforço, que pretendemos finalizar com toda a qualidade que pensamos pra ele na hora de compor as canções.

UPMUSIC: Quais são as melhores bandas independentes, hoje, no Brasil?

VERSARES: Essa é uma questão complicada, de gosto pessoal mesmo. Eu citaria três nomes: “Cascadura”, “Vespas Mandarinas” e “Los Porongas”. Sei que outros da banda também curtem essas bandas.  Mas ainda há os gostos particulares. O Carlos por exemplo curte muito o “Kiara Rocks” e por aí vai.

UPMUSIC: Quais são as dificuldades encontradas para trabalhar com música- rock no Brasil?

VERSARES: A maior dificuldade é espaço. Em nossas cidades (metade da banda é de Osasco e a outra metade de Carapicuíba) não há lugares para se fazer esse tipo de som. E outros poucos espaços para outros estilos. O refúgio é a cidade de São Paulo, mas a concorrência é enorme. Na Grande São Paulo existem muitas bandas independentes, e as bandas de outras cidades e estados se aventuram muito por aqui.

UPMUSIC: Aonde e quando vocês já tocaram, e se teve algum show memorável, como foi?

VERSARES: Nesse quase um ano de banda passamos mais tempo em focado na produção de nossas músicas, mas fizemos duas apresentações. A primeira foi em Osasco no começo da banda em 2011 abrindo um show da banda Shaman. Foi uma experiência muito boa, e tivemos um retorno positivo do público, apesar do diferente estilo de nossa banda comparada ao Shaman. A segunda foi dia 20 de Janeiro, na Outs (Rua Augusta, São Paulo). Foi o primeiro evento do ano, abrindo a agenda muito bem. No momento o foco está nas gravações, mas logo cairemos na estrada.

UPMUSIC: Os recursos da Internet têm ajudado e facilitado a divulgação da banda?

VERSARES: Totalmente. Hoje em dia nenhuma banda vai longe sem a internet. É fundamental ter um bom trabalho de divulgação online.

UPMUSIC: O maior objetivo da banda?

VERSARES: Temos objetivos e sonhos. Acredito que alcançar espaço no cenário nacional entre os grandes artistas de hoje e participar dos grandes festivais que acontecem no país seja o nosso maior objetivo.

UPMUSIC: O que está por vir?

VERSARES: Muita coisa! E fico feliz de poder dizer isso. A agenda está cheia de novidades para serem jogadas para o público. Em Maio estaremos no Estado do Rio de Janeiro, com algumas apresentações, uma delas confirmadas no Martelada Jam Session, em Nova Friburgo no dia 19 de Maio, as outras datas ainda em negociação. Além do RJ estamos negociando outros estados e com certeza estaremos muito presente nas noites rocks da Grande São Paulo!






Recado da Versares:

Galera, em breve nosso material estará aí para vocês, mas enquanto isso, ouçam músicas independentes. O cenário musical, no rock ou não, está cheio de ótimos artistas por aí, mas se procurarmos na mídia ficaremos reféns dos “ai se eu te pego” da vida.


Versares contatos:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se é Arte, é Categóricos!