2.4.13

Igreja x Dinheiro


Dedé Vieira – Querer procurar uma fé como dizem, adotar uma religião seguir uma doutrina isso vai de cada um, agora não podemos negar que a igreja teve sim um superfaturamento fraudulento nas últimas décadas, pastores que ergueram seus templos no quintal de suas casas e hoje desfrutam em lindas mansões tudo bancado pelas suas redes de super igrejas. É plausível cada um querer uma fé, buscar algo em que acreditar espiritualmente, mas é inadmissível enganar pessoas obrigando-as a dar determinado valor ameaçando elas que se não derem vão para o inferno. Sem cabimento algum. Se deus é amor, que raio de amor é esse? Claro que os estabelecimentos religiosos também precisam pagar os devidos impostos, para esse fim os valores ar recados é até entendido, mas não é exatamente isso que acontece. Você já pesquisou afundo na igreja que você frequenta o que acontece com o dinheiro que você dispõe? Não? Então faça isso.

Lily Vieira – Hoje igreja é sinônimo de dinheiro, lucro, um grande comércio rentável. O objetivo era aproximar as pessoas a Deus. Mas é isso que acontece hoje? Não meus caros, a realidade é outra, pessoas que se dizem ministros de Deus cobram de fieis para “receber bençãos", sendo que nem eles mesmos conseguem. Onde alguém pode cobrar por aquilo que está escrito que era para ser dado gratuitamente. Isso é um desrespeito com as pessoas, gente vamos abrir os olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se é Arte, é Categóricos!